reserva-financeira

O que é reserva financeira para empresas? Entenda a importância e como implementar

Nem sempre um bom planejamento financeiro é o suficiente para fazer uma empresa sobreviver no mercado. 

 

O principal motivo disso é que, naturalmente, nem tudo que acontece na economia ou no mercado de trabalho é planejado! Portanto, para evitar que sua empresa fique fragilizada frente a qualquer oscilação, é essencial que se monte uma reserva financeira.

 

São situações de emergência (como vivemos na pandemia do Covid-19) que testam a força de cada empreendimento e um dinheiro guardado para emergências pode ser a diferença entre a falência ou a prosperidade de uma instituição.

 

Leia com atenção nosso conteúdo e aprenda o que é reserva financeira e qual a sua importância.  Vamos lá?

O que é uma reserva financeira?

O conceito não é complicado: reserva financeira é um valor que você deve guardar para retirar somente em situações de emergência. 

 

O que configura em situações de emergência? Não apenas uma crise econômica como a pandemia do Covid-19, mas qualquer situação particular que acarrete em uma despesa muito grande, que não constasse no planejamento da sua empresa.

 

Uma emergência, no caso, pode ser uma crise que afetou seu setor econômico, a perda de um cliente importante, etc. Uma reserva não vai resolver a crise em questão, mas permitirá que sua empresa quite as dívidas, pague seus funcionários e as contas até conseguir recuperar seu controle financeiro.

Saiba diferenciar caixa de reserva financeira

Caixa é uma coisa, reserva é outra! O fluxo de caixa da sua empresa (também conhecido como capital de giro) é o valor que flui mensalmente e serve para pagar contas e despesas cotidianas e às vezes até dívidas de curto prazo. 

 

Se os prazos de recebimento forem sempre curtos e os de pagamento forem mais extensos, é possível gerenciar seu capital de giro de forma segura, sem precisar finalizar meses no vermelho, evitando a geração de mais dívidas.

 

A reserva não deve ser usada para esses pagamentos comuns, precisando ser mantida para situações especiais. O ideal para uma empresa é ter, nesse montante de reserva, o valor equivalente a 6 a 12 meses das despesas mensais.

 

Leia também: Como fazer o controle dos custos e despesas de uma empresa?

Quais as vantagens de uma reserva financeira empresarial?

Como visto anteriormente, uma reserva financeira é uma estratégia básica para sobrevivência de uma empresa, especialmente em ramos do mercado que estão sujeitos a oscilações, além, obviamente, de crises econômicas. 

 

Um montante emergencial, se bem administrado, pode ser utilizado para realizar compras à vista, que costumam ter descontos. Além disso, uma reserva pode impedir o crescimento de dívidas, se for utilizada para quitar débitos que podem crescer em situações de crise econômica.

Quanto devo guardar na minha reserva?

Sabemos que o valor total da sua reserva emergencial deve ser equivalente a pelo menos seis meses das suas despesas mensais totais, mas quanto devo alocar do meu caixa para o meu fundo de reserva a cada mês?

 

Não há necessariamente uma única resposta para esta pergunta, mas o caminho é sempre avaliar a flutuação do seu caixa no início e no fim do mês, estipular uma margem de erro (para cima) e transferir o excedente para sua reserva.

 

Naturalmente, o período ideal para coletar capital para a reserva emergencial da sua empresa são os meses mais lucrativos. 

 

Se seu negócio possui uma natureza sazonal (lojas de presentes, livrarias e papelarias de material escolar, academias, etc), o período de maior lucratividade deve ser parte do planejamento para o restante do ano, em que as vendas podem vir a cair.

Como devo usar os fundos da minha reserva?

Já vimos que o montante de uma reserva não deve ser apenas utilizado em caso de pandemia ou crise econômica de grandes proporções, mas em qualquer circunstância que afete drástica e momentaneamente o capital de giro da sua empresa, por exemplo:

 

  • Mau-funcionamento de equipamentos de valor alto e uso essencial;
  • Mudança repentina no mercado da sua área;
  • Recall de produto recentemente posto à venda;
  • Perda de um dos clientes principais;
  • Necessidade de mudança de ponto ou reforma na sua loja.

 

Tudo isso são casos comuns em que o faturamento de uma empresa pode cair repentinamente, e/ou as despesas podem sofrer um pico anormal. 

 

Essas são situações que não fazem parte do cotidiano de um negócio, mas qualquer empreendimento que pretenda sobreviver aos duros primeiros cinco anos de funcionamento precisa estar preparado para emergências assim.

Tenho uma reserva financeira satisfatória para a minha empresa, o que devo fazer para não deixar o dinheiro parado?

Se você está se fazendo essa pergunta, é sinal de que seu negócio está dando certo, mas isso não é necessariamente motivo para você se acomodar. Existem várias opções de como prosseguir se você está conseguindo manter uma reserva financeira robusta.

Aplique sua reserva em um fundo de investimento seguro

Para que seu fundo emergencial não fique parado e perca valor de compra com a inflação, é essencial que você deixe esse valor aplicado em investimento seguro, cuja rentabilidade não seja tão baixa quanto a da poupança, que, por vezes, acaba por nem superar o valor da inflação. 

 

Alguns exemplos de aplicações mais atrativas são:

 

  • Tesouro Selic;
  • CDB com liquidez diária;
  • LCI e LCA com liquidez diária;
  • Fundos de renda fixa;
  • Fundos DI.

Amplie seu fundo de reserva

Se sua empresa já possui um pecúlio equivalente a um ano de despesas, lembre-se também que todo cuidado é pouco. 

 

Em muitos casos, crises econômicas podem durar mais tempo que isso e você pode ampliar a proteção da sua empresa para outros tipos de imprevistos.

 

Criando um fundo separado para imprevistos menores e um segundo para situações que se enquadram, de fato, no conceito de crise, é possível preparar seu empreendimento para as piores tempestades, como uma repentina mudança no seu setor de mercado ou um escândalo interno, dando tempo para que sua empresa execute seu reposicionamento, gerencie a crise, invista pesado na imagem e possa fazer, por exemplo, um rebranding, caso necessário.

Preciso de ajuda para gerenciar ou compor um fundo de reserva para minha empresa, o que devo fazer?

Seja para criar, seja para manter a reserva financeira de uma empresa, ajuda especializada é sempre bem-vinda! A PBA Contabilidade oferece um serviço de proficiência e experiência para a contabilidade do seu negócio.

 

Entre em contato e fale com um de nossos especialistas! Somos uma empresa com mais de 20 anos de excelência para dar todo o apoio que você precisa. Com a filosofia de romper barreiras, humanizar os relacionamentos e manter constante acompanhamento, atendemos nossos clientes considerando as necessidades específicas de cada um.

 

Gostou do artigo? Então aproveite para seguir as nossas redes sociais e acompanhar novos conteúdos no blog

 

Leia mais: Perícia contábil: entenda a importância

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo